Google Shopping ADS

O que é o Google Shopping Ads?

É provável que já tenha encontrado anúncios do Google Shopping Ads que normalmente aparecem quando pesquisamos um determinado produto no motor de busca google.

Por exemplo, se estiver à procura de carregadores de telemóvel, depois de fazer algumas pesquisas no google, vai começar a aparecer, antes mesmo dos resultados orgânicos, anúncios relacionados com o tema que está a ser pesquisado, neste caso os carregadores de telemóvel que estão à venda na internet.

Os anúncios pertencem ao Google Shopping Ads e, normalmente, são bastante eficientes.
Por aparecerem no inicio da lista de resultados, ganham uma capacidade de chamar à atenção dos utilizadores que podem encontrar ali o que tanto procuravam.

É por isso que os utilizadores do google shopping, em média, conseguem aumentar a sua taxa de conversão em 130%, com este tipo de Ads, comparativamente aos anúncios normais.

Como funciona o Google Shopping Ads?

Existem duas possibilidades de utilização do google shopping Ads. O primeiro é o google AdWords e o segundo é o google merchant center.

O google merchant center é o espaço onde está o produto e toda a informação sobre o mesmo. Deve conter :

-Titulo do Produto
-Descrição
-Tamanho
-Cores
-Preço
-Imagem
-Tipos de Produto

Apesar de serem duas plataformas diferentes, as campanhas do google merchant devem ser feitas no AdWords, onde o orçamento, público entre outros pontos devem ser configurados.

Independentemente do Google Merchant ser gerido pelo AdWords, a sua gestão é bastante diferente. Com o Adwords é possível escolher as palavras chave que queremos posicionar-nos e quanto queremos gastar por cada clique em cada palavra.

Já nos anúncios da Google Shopping não selecionamos palavras chaves. O objetivo é configurar um lance, ou seja, um valor que queremos disponibilizar para o nosso produto e a google vai decidir quais as palavras que foram consideradas mais relevantes para o produto.

Existe até a possibilidade de definir palavras chaves negativas para evitar que os anúncios aparecem nessas palavras.

Como configurar o Google Shopping Ads?

A primeira ação a fazer é criar uma conta no Google Merchant que irá permitir fornecer ao google informações sobre os seus produtos e fazer o processo de registo.

Depois de terminar, é preciso criar o feed com os produtos da sua empresa. Para isso é necessário clicar "Produtos" e em "Feeds" na coluna esquerda.

Depois de fazer este processo, vai estar a dar à google as informações necessárias para exibir os anúncios. É fácil e tudo que precisa de fazer é preencher a tabela.

O próximo passo é ligar as contas AdWords e Google Merchant. 

Para isso, tem de ir ao Google merchant, clicar no ícone do menu ( ícone com 3 pontinhos), "Vinculação de contas" e será disponibilizada uma opção de associar a sua conta AdWords.

Se não tem uma conta AdWords, não tem problema. Pode configurar uma através do Google Merchant. Depois de o fazer é só preciso criar uma campanha de shopping Ads. Porem é aconselhável fazer uma campanha no AdWords primeiro.

Então, dentro da sua conta AdWords terá de clicar no símbolo + "Campanhas", selecionar "shopping", selecionar um nome e o país na qual a sua campanha vai ser vinculada.
 

Depois, selecione as redes onde quer que os seus produtos sejam exibidos e para isso é necessário definir a localização da campanha.

Siga todos estes passos e depois tem de focar nas opções de oferta e escolher um valor inicial. É aconselhável começar com um valor baixo e subir esse valor gradualmente ao longo do tempo, tendo em conta o desempenho da campanha.

Se precisar de campanhas de produtos específicos tem de ajustar as "Configurações avançadas de Shopping". esta opção é exequente para quem quer ter um controlo mais rígido de cada anúncio para cada um dos produtos

Como otimizar o Google Shopping Ads ?

Como foi dito, existem duas formas de otimizar os seus anúncios. Através do "Feed" e através do google AdWords.

Titulos e descrições no feed:

Não existem palavras chaves associadas ao google Shopping Ads. É o google que, automaticamente, associa as informações do feed às buscas por produtos como o seu. ou seja, existe a possibilidade de aumentar as chances de elevar o posicionamento otimizando os conteúdos nos títulos e nas descrições do produto. 

O funcionamento é ligeiramente parecido com o SEO. O titulo não deve ter mais de 40 caracteres e a descrição não tem limite.

Existem campos que são obrigatório serem preenchidos como por exemplo: titulo, ID, tipo de produto, link da imagem, entre outros. existem também outros atributos mais sofisticados que podem também ser aplicados.

AdWords Grouping

É utilizado para agrupar os produtos de uma forma personalizada. Por exemplo: se estiver a vender carregadores de telemóvel pode dividir os produtos em carregadores sem fios, com fio , com grande capacidade de energia etc.

AdWords Label 

É muito semelhante ao AdWords Grouping, mas funciona com lances de CPC. A vantagem é que pode trabalhar com múltiplos valores.

Use Auto Targets  na interface do AdWords 

Esta função possibilita que os anúncios recebam lances com fundamento nos tipos de produto. Por exemplo: Se tiver um tipo de produto que é o produto "rei" pode optar que esses recebam um maior número de lances.

Preste atenção aos seus Keywords Terms

Os utilizadores podem ver os keywords terms que fazem com que os anúncios do google shopping apareçam. Recomendamos que confirme esses termos para não ter dúvidas de que a campanha é relevante para o seu público. A melhor opção para excluir termos que não interessam é lista-los na sua campanha.

Usar a opção "Promoção" no Google Shopping Ads

Outra opção muito interessante que leva à otimização das vendas dos seus produtos é incluir promoções. Tem de ir a "criar anúncio" e escolher entre ofertas de envio e descontos que tendem a criar uma melhor performance. 

Seguindo estas informações já pode criar a sua conta google shopping ads e começar os seus anúncios agora mesmo. Só tem de certificar-se  de que os campos de preenchimento obrigatório estão bem preenchidos e que as imagens dos produtos estejam com boa definição e captem a atenção do público.

Segundo estudos da Social Media Trends 2017 as imagens são o conteúdo mais divulgado nas redes sociais e os que mais geram envolvimento 



Encontrou a sua resposta?